Audiência pública sobre a Revisão do Plano Diretor é realizada com grande participação popular

Cerca de 600 pessoas participaram na última terça-feira, 26 de julho à noite, da audiência pública para apresentação da Revisão do Plano Diretor de Torres.

Por F.LUCE 03/08/2022 - 11:23 hs
Foto: PMT/DIVULGAÇÃO
Audiência pública sobre a Revisão do Plano Diretor é realizada com grande participação popular
DIVULGAÇÃO

 A atividade ocorreu no auditório da Ulbra/Torres promovida pela Prefeitura, através da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo com auxílio do Conselho do Plano Diretor. A iniciativa ofereceu oportunidade para que a população em geral se manifestasse sobre o tema. Agora, o Conselho vai analisar o teor da audiência para contribuir na elaboração do Plano que será enviado aos Ministérios Públicos Estadual e Federal para apreciação e após, à Câmara Municipal de Torres.

O prefeito Carlos Souza mostrou-se satisfeito com a grande participação popular na audiência, dizendo que o diálogo ampliaria as contribuições para a elaboração da Revisão do Plano. “Todos terão oportunidade de dar sua opinião”, destacando que pensamentos contrários não precisariam gerar conflitos e sim criarem novas possibilidades. Também salientou que o Plano vai reorganizar a cidade com um Plano Diretor sustentável. Ainda manifestou-se na abertura do evento, o presidente da Câmara Municipal, vereador Rafael Silveira, frisando que a Revisão do Plano é o caminho para melhorias no município.

A audiência iniciou com uma explanação sobre o tema pelo diretor de Desenvolvimento Urbano da Prefeitura, Jean Lima, que apresentou a proposta do Plano Diretor. Na oportunidade, foi exibido o mapa do microzoneamento constituído por 39 microzonas, atualmente são 34. Com detalhes, abordou todas as zonas, apontando várias informações, destacando que no caso de dúvidas, a população em geral poderia analisar a Revisão do Plano no site da Prefeitura, com ampla divulgação junto às matérias que trataram sobre a audiência pública.

Vinte e sete pessoas se inscreveram para manifestação durante a atividade que contou com a participação de secretários municipais, como a secretária Fernanda Brocca, do Meio Ambiente, a procuradora-geral Pâmela Souza, vários vereadores como o presidente da Câmara Municipal, Rafael Silveira, os Promotores Público, Márcio Roberto Silva de Carvalho e Rodrigo Berger Sander e comunidade em geral. Entres os participantes inscritos estavam o idealizador e coordenador do projeto Praia Limpa, Alexis Sanson, o advogado Ivan Sá Brocca, o turismólogo Roni Dalpiaz, o líder comunitário Pedro Ramon, o empresário Eraclides Maggi, entre muitos outros. As perguntas e manifestações duraram exatamente as duas horas programadas. Para os que não conseguiram participar presencialmente, a audiência pública sobre a revisão do Plano Diretor foi transmitida pelo canal do YouTube e redes sociais da Prefeitura.

Os inscritos tiveram tempo regimental de três minutos para realizar a sua pergunta e/ou manifestação. Os apontamentos surgidos durante a Audiência Pública foram registrados em ata para encaminhamento posterior ao Conselho. Entre as sugestões, destacaram-se a preocupação com a proteção do patrimônio histórico-cultural de Torres o Plano prevê uma alteração na construção dos prédios da Praia Grande (Zona 8), de 3 pavimentos para 5 pavimentos. Porém, o presidente do Conselho Municipal do Plano Diretor, Cassiano Machado da Silva, que reúne 16 entidades, estudo técnico sobre o tema evidencia que a iniciativa não trará reflexo na areia. O Plano não faz alteração na Praia da Cal e diminuí a altura dos prédios na Prainha.